Bill Skarsgard Brasil não é afiliado de maneira alguma com Bill, sua família ou seus representantes. Não somos o ator e não temos o mínimo contato com o mesmo. Todo o conteúdo do site, fotos, informações, vídeos e gráficos pertence ao site, a não ser que seja informado o contrário. Site de fãs para fãs, sem fins lucrativos.

Archive from 'Bill Skarsgård'



VÍDEO: Bill Skarsgård nos bastidores de dublagem da animação “Moomins in the Winter Wonderland”
11.28

Com previsão de lançamento internacional para 04/12/17, “Moomin and the Winter Wonderland” é o primeiro projeto de dublagem de Bill Skarsgård, que dublará o personagem ‘Moomintroll’. A animação conta também com a participação de seu pai, Stellan Skarsgård, e da vencedora do Oscar 2016, Alicia Vikander.

De acordo com o IMDB, a animação foi produzida na europa e apenas as dublagens foram realizadas nos EUA, em Las Vegas. Confira abaixo o vídeo (que em breve será legendado).

 

SCAN + ENTREVISTA: Bill Skarsgård na edição de dezembro da revista “GQ”
11.16

Bill Skarsgård estará presente na edição comemorativa de 60 anos da revista GQ, que estará nas bancas americanas em dezembro. Clique na miniatura abaixo para visualizá-la em nossa galeria.

SCANS > GQ MAGAZINE – DEZEMBRO DE 2017

5~119.jpg5~119.jpg5~119.jpg5~119.jpg5~119.jpg

Bill Skarsgård é muito tranquilo para alguém com uma família famosa. Skarsgård, 27, entrou em Hollywood como Bill, irmão de Alexander e filho de Stellan, ou como o adolescente pervertido em Hemlock Grove, da Netflix. Nesta primavera, Skarsgård fez seu papel de sucesso como Pennywise na nova adaptação de Stephen King, It. (Que também tornou-se o maior filme de terror de todos os tempos). Por baixo de quilos de maquiag de palhaço, sua estrutura óssea sinistra-sexy Skarsgårdiana tornou-se algo sinistro. Ele assustou crianças e assustou a nós. GQ falou com Skarsgård para a nossa edição Men Of The Year.

GQ: Qual foi a questão que você mais ouvir sobre It? 

Bill Skarsgård: “Em quanto tempo a maquiagem ficava pronta?”

Quanto?

Duas horas e meia.

Como você praticava as expressões e a voz?

Para uma das audições, eles me pediram para que eu fosse com a maquiagem de palhaço, então eu tive que colocar uma maquiagem básica de palhaço e então tive que dirigir por Hollywood. Andy [Muschietti, diretor de It] estava fazendo algumas anotações dos atores, e dois dias antes, ele disse, “Você poderia fazer alguma risada também?” Eu disse, “Com certeza”, No mesmo instante em que eu entrei no carro, eu comecei a rir feito um maníaco.

Então você dirigiu por Los Angeles, rindo como um maníaco e com maquiagem de palhaço?

Eu comprei minha maquiagem de palhaço em uma dessas lojas de Halloween, a coloquei, e então foi para o estúdio, que é bem ao lado da Hollywood Boulevard. Era uma rua com estacionamentos, então eu estacionei meu carro e tive que andar com uma a cara de palhaço até o prédio. Havia duas maneiras de conseguir chegar: Ou você iria através da estranheza e humilhação ou você realmente se compromete a permanecer com o que o personagem é e usar o absurdo ao seu favor. É um algo metafórico sobre o que é ser um ator em LA.. forçar você a dirigir com rosto de palhaço por Hollywood Boulevard para uma audição que talvez você nem consiga. Mas no final, eu consegui o trabalho.

Na verdade você não pode ser metido enquanto você está com o rosto de palhaço.

Também não há nada de metido sobre o Pennywise.

Ele não é simplesmente um personagem simpático—existe um ponto onde ele é humanizado. O que foi difícil para você interpretar um personagem em que ele é um verdadeiro vilão sem redenção?

Mas o personagem num todo é tão abstrato. Ele não é humano, então algumas vezes é fácil, porque ele é tão não-humano em como ele funciona. Poderia ser mais difícil para mim se eu interpretasse um psicopata humano de verdade. Eu tive que ter um senso de quem Pennywise, ou “a Coisa”, realmente é. Mas não é ser humano— é algo a mais.

O que você acha que tem em se rosto que fez você conseguir um personagem não-humano como esse?

Andy, o diretor, disse que tenho algo que lembra infância e inocência em meu rosto. Mas que eu também poderia me tornar em algo muito perturbador e mau.

Como você faz isso?

Parte de ser um ator é ter o rosto para o papel, certo? Sempre existe algo que assemelha à sorte quando conseguimos um trabalho. Eu tento não pensar muito sobre minha aparência ou sobre como eu trabalho. É perigoso se tornar muito egoísta.

It é um raro filme de terror e que tomou conta do verão. Qual temporada você acha que é mais assustadora para o terror?

Eu acho que dezembro sempre foi um mês de caça, falando de um ponto de vista de narrativa gotica.— muitas histórias de Edgar Allan Poe são sediadas em Dezembro. É o último mês do ano, e é suposto a ser algo místico. Um mês espiritual. E sendo sueco, Dezembro também é o mês mais escuro do ano. Em Dezembro, em Estocolmo, a noite permanece durante o dia todo, então você fica na escuridão durante um mês. Obviamente, isso estimula a imaginação sobre o que está na escuridão.

A Suécia continua sendo como uma casa para você?

Cem por cento. Eu sempre me sinto como um estrangeiro na América.

O que, em particular, te faz sentir assim?

Por exemplo, a sensibilidade em iluminar a casa ou um apart. Eu acho os americanos horríveis em iluminação. Nós somos tão desprovidos de luz no inverno que as pessoas suecas são profissionais nisso— em casa suecas tudo é muito, muito, exagerado, com uma espécie de luz acolhedora e confortável. Americanos não tem essa sensibilidade. É algo trivial para isso.

Você não tem nenhuma presença em redes sociais. Você acha que você seria tão privado se você não viesse de uma família de atores suecos tão grande?

Eu tento ser mais privado porque toda a minha vida enquanto eu crescia, havia crianças na escola que tinha todos os tipos de opiniões sobre não apenas que eu era, mas sobre minha família: “Vocês saem juntos?” “Vocês competem um contra o outro?” E eu entendi que havia um interesse nisso; Eu apenas não acho que isso seja uma boa entrevista. É quase como se nós vivêssemos um tempo que a privacidade não existe, quando tudo tem que ser compartilhado, postado e curtido. Eu acho que é por isso que eu me tornei uma pessoa muito privada.

Por que você decidiu entrae para a atuação se você não queria participar desse tipo de auto-promoção e publicidade?

Existem muitos atores privados. Eu presto atenção em coisas sociais— eu sou muito atendo e expresso minha opinião, s eu não sou necessariamente uma pessoa privada. Eu posso ser muito honesto com as pessoas que eu conheço. Mas como você se mostra para um grande público? Quem é você nessas redes sociais? E eu não sei se eu descobri como eu quero me apresentar, então eu prefiro não me mostrar de qualquer jeito.

Você tem sido que não tem uma casa fixa. Quais são os contras de uma vida intinerante?

Já ficou velho. Eu preciso de algum lugar para guardar minhas roupas. Eu quero ir para um flea market e encontrar uma pequena caixa estranha ou qualquer coisa é apenas, “Oh, isso ficará ótimo na minha casa”, então eu compraria aquilo. Eu acho que meu estilo de vida deve parecer lúdica para muitas pessoas, mas eu não prospero isso. Eu acho que existe um pobre em que eu terei uma rotina baseada.

Você é um tipo de psicopata que faz diferentes cafés-da-manhã todos os dias?

Não! Isso seria muito deliberado.

Bill Skarsgård é incluído em lista da Warner Bros. para a corrida de indicação ao Oscar 2018
11.04

Nesta manhã, 04/11, a Warner Bros divulgou a lista de possíveis nomes a serem indicados para nomeações ao Oscar 2018. Na lista, o nome de Bill Skarsgård aparece na categoria “Ator Coadjuvante” com o papel de “Pennywise” em “It – A Coisa“. Confira abaixo todas as indicações que o filme recebeu:

BEST PICTURE

ROY LEE

DAN LIN

SETH GRAHAME-SMITH, p.g.a.

DAVID KATZENBERG, p.g.a.

BARBARA MUSCHIETTI, p.g.a.

BEST DIRECTOR

ANDY MUSCHIETTI

BEST ADAPTED SCREENPLAY

CHASE PALMER

& CARY FUKUNAGA

and GARY DAUBERMAN

Based on the novel by

STEPHEN KING

BEST SUPPORTING ACTOR

JAEDEN LIEBERHER

WYATT OLEFF

JEREMY RAY TAYLOR

FINN WOLFHARD

JACK DYLAN GRAZER

CHOSEN JACOBS

BILL SKARSGÅRD

BEST SUPPORTING ACTRESS

SOPHIA LILLIS

BEST CINEMATOGRAPHY

CHUNG-HOON CHUNG

BEST PRODUCTION DESIGN

Production Designer

CLAUDE PARÉ

Set Decorator

ROSALIE BOARD

BEST FILM EDITING

JASON BALLANTINE, ASE

BEST COSTUME DESIGN

JANIE BRYANT

BEST VISUAL EFFECTS

Visual Effects Supervisors

NICHOLAS BROOKS

ARNAUD BRISEBOIS

JOAN AMER

Special Effects Supervisor

WARREN APPLEBY

BEST SOUND MIXING

Sound Mixers

GLEN GAUTHIER

SYLVAIN ARSENEAULT

Re-Recording Mixers

CHRIS JENKINS

MICHAEL KELLER

BEST SOUND EDITING

Supervising Sound Editor

VICTOR RAY ENNIS

BEST MAKEUP AND HAIRSTYLING

Special Effects Make Up

ALEC GILLIS

TOM WOODRUFF JR.

Prosthetics Make Up Designer

SEAN SANSOM

Make Up Heads of Department

SARAH CRAIG McEATHRON

LINDA DOWDS

Hair Head of Department

STEPHANIE INGRAM

BEST ORIGINAL SCORE

BENJAMIN WALLFISCH

A premiação do Oscar 2018 está prevista para acontecer em 04 de março de 2018

VÍDEO LEGENDADO: Bill Skarsgård comenta reações de fãs em relação a sua performance como ‘Pennywise’
10.23

Durante a divulgação da série ‘Castle Rock‘, novo projeto de Stephen King com participação de Bill Skarsgård, o ator comentou sobre a reação dos fãs em relação à sua performance como ‘Pennywise‘ em “It – A Coisa“. Assista abaixo:

FOTO: nova imagem de Bill Skarsgård caracterizado de ‘Pennywise’ nos bastidores de “It – A Coisa” é publicada
10.20

A personal stylist Julian W., que trabalhou na produção de ‘It – A Coisa‘, publicou uma antiga foto de Bill Skarsgård caracterizado de ‘Pennywise‘ durante as gravações do filme! Clique nas miniaturas abaixo para visualizá-las em melhor qualidade em nossa galeria:

5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg

VÍDEO LEGENDADO: Entrevista de Bill Skarsgård ao Flick Direct
10.12

Em 08/10, Bill Skarsgård compareceu ao #NYCC, New York Comic Con, para promover seu novo projeto, “Castle Rock“. Após o painel com o elenco e diretores, o ator concedeu entrevista ao Flick Direct. Confira ao vídeo legendado abaixo:

Mas se você preferir, pode assistir o vídeo original, com a transcrição abaixo:

Entrevistador: Como vai?
Bill: Bem, e você?
Entrevistador: Shawn Wargson(?), do FlickDirect. Primeiramente eu queria te parabenizar, It tem sido um grande sucesso,
Bill: Obrigado!
Entrevistador: Você me assustou para caralh*!
Bill: (risos).
Entrevistador: Estou falando muito sério. Me assustei demais, e isso não acontece com facilidade.
E agora você está em Castle Rock.
Bill: Sim.
Entrevistador: Então o que você pode nos contar, porque sei que você não pode falar muita coisa.
Bill: É, eles me deram tipo umas notas de rodapé de coisas que podemos dizer, e estamos aqui fazendo todas essas entrevistas e eles estão tipo, “isso é o que você pode dizer sobre o seu personagem: Você é um prisioneiro” (risos)
Entrevistador: É isso, é só o que conseguimos.
Bill: Isso é basicamente tudo o que posso dizer, eles realmente estão nos limitando quanto ao que falar. Nós estamos gravando, estamos no meio da produção, estamos no episódio 5, e é um mistério bem daqueles de roer as unhas. E tipo, quando eu estou lendo os scripts, eu recebo um por episódio, e é como se eu estivesse assistindo também, sabe? porque cada script acontece alguma coisa, e não dá pra descobrir como vai acabar, tem realmente prendido a minha atenção, e eu acho que esse é um ótimo sinal, acho que vai prender a atenção de quem assistir também.
Entrevistador: Parece que vai ser muito interessante. Antes que eu deixe você ir, você tem que me dizer qual é o seu filme ou livro favorito do Stephen King. Com excessão de It, não pode ser it.
Bill: ok.
Entrevistador: Não pode ser It.
Bill: Eu sei que ele não gosta, mas acho que “O Iluminado” é meu favorito, o filme é incrível, é um daqueles que eu assisto de 2 a 3 anos, sabe? Vou assistir “O Iluminado” de novo, por que nunca envelhece.
Entrevistador: É tipo de coisa que dá pra fazer na época do Halloween.
Bill: Sim, realmente é.
Entrevistador: Só trabalho, sem bricadeira.
Bill: (risos) Sim.
Entrevistador: Muito Obrigado!
Bill: Obrigado, cara! Eu que agradeço.
Entrevistador: Se cuida.

FOTOS E VÍDEOS: Bill Skarsgård comparece à NYCC e teaser trailer de “Castle Rock”, é liberado
10.08

Hoje, 08/10, o primeiro teaser trailer da série “Castle Rock“, novo projeto com participação de Bill Skarsgård foi lançado na New York Comic Con! Até o momento, não temos informações sobre o personagem de Bill, porém, de acordo com o ator durante o painel da série na NYCC, seu personagem é “misterioso e possui problemas com a lei. Confira aos vídeos e cliente nas miniaturas abaixo para visualizá-las em nossa galeria:

APARIÇÕES & EVENTOS | APPEARANCES & EVENTS > 2017 > DIVULGANDO CASTLE ROCK NA NYCC, EM NOVA IORQUE

 

5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg






VÍDEO LEGENDADO: Entrevista de Bill Skarsgård para a revista “Cinema”
10.06

Hoje, 18/09, a entrevista de Bill Skarsgård para a revista “Cinema” foi divulgada. Assista abaixo:

Atualizado em 07/10/17 às 15:08 com o vídeo legendado

CANDIDS: Bill Skarsgård saindo de seu hotel e atendendo fãs em Manhattan – 02 de outubro
10.02

Bill Skarsgård foi fotografado enquanto saía de seu hotel e atendia fãs hoje, 02/10, em Manhattan. Clique nas miniaturas abaixo para visualizar mais imagens em nossa galeria:

 FOTOS DE PAPARAZZI | CANDIDS > 2017 > EM MANHATTAN, NOVA IORQUE – 30 DE SETEMBRO

5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg

FOTOS: Bill Skarsgård com fãs em West Virginia – 25 de setembro
09.26

Ontem, 25/09, Bill Skarsgård tirou fotos com alguns fãs que estavam em uma lanchonete em West Virginia, local em que ele está filmando a série “Castle Rock“. Clique nas miniaturas abaixo para visualizás-la em nossa galeria:

FOTOS DE FÃS | FANPICS > 2017 > COM FÃ S EM WEST VIRGINIA – 25/09

5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg 5~119.jpg

Bill Skarsgard Brasil não é afiliado de maneira alguma com Bill, sua família ou seus representantes. Não somos o ator e não temos o mínimo contato com o mesmo. Todo o conteúdo do site, fotos, informações, vídeos e gráficos pertence ao site, a não ser que seja informado o contrário. Site de fãs para fãs, sem fins lucrativos.